Documento sem título
 
(11) 4526-1006 / 4526-2096 (11) 99986-1006
Av. Fernando Arens, 1749, Vila Progresso - Jundiaí - SP CEP: 13202-571
vendas@fortunatoadriani.com.br
 
Notícia - 24/06/2020 - Montadoras automotivas retomam atividades com adoção de medidas para proteger o trabalhador
24/06/2020 - Montadoras automotivas retomam atividades com adoção de medidas para proteger o trabalhador

Várias montadoras de automóveis estão retomando suas atividades nessa semana. A unidade da Ford de Camaçari (BA) e as unidades da Toyota São Bernardo do Campo, Indaiatuba e Porto Feliz, em São Paulo, retomaram a produção ontem (22 de junho).

Já a planta de Sorocaba da Toyota, no interior paulista, retornará na sexta-feira, 26 de junho. A unidade de Porto Real (RJ) do Groupe PSA prevê voltar às atividades hoje (23 de junho). A fábrica da Ford de Taubaté (SP) voltará a operar em 1º de julho.

A Ford afirma que prioriza a saúde e a segurança de seus empregados, concessionárias, clientes, parceiros e comunidades durante a crise do coronavírus. A montadora informa que adota um processo global para determinar o momento certo de retomada da produção, com a avaliação constante das condições de saúde pública e das ações e recomendações do governo, assim como da disponibilidade dos fornecedores.

“Temos monitorado de perto o estado da pandemia no Brasil nas últimas semanas, já que a saúde e a segurança dos nossos empregados são prioridades máximas em todas as decisões”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul e Grupo de Mercados Internacionais.

“Nós trabalhamos intensamente para redesenhar nossos processos, protocolos de trabalho e instalações para garantir que quando voltarmos ao trabalho haja um ambiente saudável e seguro para todos.”

A aceleração da produção será feita gradualmente, conforme os trabalhadores se ajustarem aos novos protocolos de saúde e segurança e toda a cadeia de fornecedores ganhe velocidade.

Nessa fase, a fábrica de Camaçari vai operar em um turno a partir de 22 de junho, e a fábrica de Taubaté vai retornar com um turno a partir de 1º de julho. No entanto, todos os funcionários que podem fazer seu trabalho remotamente continuarão a atuar dessa forma.

Para orientar os empregados sobre os novos protocolos de saúde e segurança, a Ford criou um Guia de Retorno ao Trabalho na Manufatura, com normas e recomendações abrangentes para informar e proteger sua força de trabalho. Esse guia foi elaborado com base nas melhores práticas e sugestões de especialistas de todo o mundo. Os seus protocolos de segurança incluem:

Autocertificação diária de saúde, feita por todos os empregados e visitantes antes de sair para o trabalho. Aqueles que apresentarem qualquer sintoma, ou foram expostos ao vírus, serão instruídos a não ir às instalações da Ford.

Verificação de temperatura sem toque na chegada – pessoas com temperatura elevada não poderão entrar e precisarão estar isentas de sintomas antes de retornar ao trabalho.

Máscaras faciais serão obrigatórias para todos que entrarem nas instalações da Ford. Cada empregado receberá um kit incluindo máscaras faciais e outros itens de proteção para poder trabalhar com saúde e conforto.

Nas tarefas que não permitirem o distanciamento social, é obrigatório o uso de óculos de segurança com proteção lateral ou facial.

O intervalo de tempo entre os turnos de produção será ampliado para limitar a interação entre os funcionários e permitir limpeza adicional.

A Ford produziu máscaras de proteção facial na Fábrica de Camaçari para uso próprio nas suas instalações, reduzindo a demanda dos fornecedores desses equipamentos de proteção individual requeridos pelos serviços médicos e outras indústrias. Todos que trabalham nas instalações da Ford devem usar máscaras faciais fornecidas pela empresa, de acordo com os seus protocolos globais, sendo exigidos também, em alguns casos, óculos de segurança ou protetores faciais.

TOYOTA – A Toyota do Brasil retomou ontem a produção de suas fábricas no Estado de São Paulo. As unidades de São Bernardo do Campo, Indaiatuba e Porto Feliz retomaram suas atividades produtivas, enquanto a planta de Sorocaba retornará na sexta-feira, 26 de junho.

Para garantir a segurança e o bem-estar de todos os colaboradores, um novo e completo protocolo de segurança foi implementado. Nas portarias das fábricas, câmeras termográficas foram instaladas, para medir a temperatura em tempo real logo na chegada dos colaboradores. Para evitar aglomeração, os fretados chegarão de forma escalonada, enquanto aqueles que chegam com veículos individuais terão a temperatura medida antes de entrar no estacionamento.

Em relação aos fretados, a capacidade foi diminuída para metade para oferecer o distanciamento correto dos funcionários, o que fez com que o número de veículos fosse dobrado. Todos eles contam agora com álcool em gel para higienização das mãos. A Toyota também reforçou a importância de os colaboradores da produção já virem uniformizados, para evitar aglomerações no vestiário.

Para o pessoal da parte administrativa, de segunda a quinta-feira, fica definido um rodízio, no qual, no máximo 50% da força-tarefa será feita de forma presencial, segundo as normas de segurança estabelecidas, com um distanciamento mínimo de um metro. Já as reuniões serão feitas por videoconferência. Às sextas-feiras, o trabalho remoto é para 100% dos colaboradores. Além disso, cada colaborador receberá um kit com dez máscaras para serem usadas durante o expediente.

No refeitório, em vez do self-service, as refeições serão servidas em porções embaladas individualmente. Já nas mesas, os colaboradores sentarão de forma intercalada, em “W”, para que ninguém fique em frente nem ao lado um do outro. E, durante esse horário, serão realizadas escalas de 20 minutos, para garantir a melhor circulação de ar no ambiente.

Outra medida adotada por causa do novo cenário é a disponibilização de álcool em gel em diversos locais de circulação. Já nas áreas comuns, como nas áreas de café, foi adotada a sinalização no piso, para mostrar a distância segura entre os colaboradores.

GROUPE PSA – “A proteção e o bem-estar de nossos colaboradores e de suas famílias continuam sendo as prioridades no gerenciamento das nossas operações. O Protocolo Reforçado de Medidas de Proteção implementado em nosso Polo Industrial Brasil, em Porto Real, e em todas nossas unidades, propicia um alto nível de proteção para nossos colaboradores e é o primeiro critério analisado ao reiniciarmos as operações em nossas unidades de produção. Como a atividade da manufatura é impulsionada pela comercial, que é o nosso segundo critério, estamos reiniciando de forma gradual e segura nosso sistema industrial para fabricar os veículos desejados por nossos clientes. Esses dois critérios guiarão nossas decisões nas próximas semanas e meses”, disse Jean Mouro, vice-presidente sênior de Operações Monozukuri América Latina do Groupe PSA.

“Desde a interrupção da produção em Porto Real, temos implementado um protocolo de saúde reforçado na unidade, com o apoio de nosso serviço médico e em estreita colaboração com nossos parceiros sociais. Graças a esse esforço coletivo, validado por uma auditoria realizada no local, poderemos retomar a fabricação de veículos e motores nesta unidade de maneira gradual e segura”, completou Itamar de Souza, diretor do Polo Industrial Brasil do Groupe PSA.

Desde o início da crise sanitária relacionada à Covid-19, a prioridade do Groupe PSA tem sido de proteger a saúde de seus colaboradores e de garantir a sustentabilidade da empresa. Durante o período de interrupção de suas atividades de produção, o Groupe PSA implantou um Protocolo Reforçado de Medidas de Proteção adaptado ao contexto de cada unidade industrial, comercial, terciária e de P&D.

Desenvolvido com os serviços de saúde, esse protocolo foi amplamente compartilhado com organizações sindicais representativas e foi submetido a auditorias sistemáticas. Além disso, as chamadas “patrulhas da saúde” serão responsáveis pela verificação diária da aplicação de medidas e de ações de proteção nas unidades e pela implementação de ações corretivas, se necessário.

A retomada gradual e segura da produção da unidade de Porto Real deverá ocorrer a partir de 23 de junho, dependendo da situação do país no momento.

Algumas das medidas implementadas pelo PSA Group:

- Usar, sempre que possível, o transporte individual. Para carona e transporte público, fornecimento de máscaras e uso de regra predefinida de preenchimento dos assentos (organização escalonada na parte de trás do ônibus).

- Verificação de temperatura antes da entrada na unidade, além da folha de automonitoramento de sintomas requerida (14 dias sem febre e outros sintomas).

- Fornecimento individual de máscaras e disponibilidade de álcool em gel.

- Uso de óculos e máscaras no local.

- Respeito ao distanciamento social em todos locais, incluindo áreas de descanso.

- Manutenção das portas abertas (exceto as portas corta-fogo) para evitar o contato com as maçanetas.
Limpeza frequente de ferramentas e superfícies de trabalho.

- Tempo de espera durante qualquer troca de peças não preparadas no ambiente da unidade.

Fonte: Ipesi
 
 
Índice de notícias
 
 
Documento sem título
Copyright © 2011 - Todos os direitos reservados
Produzido por FrameSet
Home | Fortunato Adriani | Produtos | Serviços | Localização | Fale Conosco